Lilypie - Memorial

Lilypie - Kids Birthday

...

terça-feira, agosto 25, 2009

A festa...

... foi fantástica, deu muito trabalho mas os miúdos adoraram que é o que interessa. O insuflável foi sem dúvida o rei da festa mas o cantinho dos puzzles tb teve clientes. O meu leãozinho não gostou muito quando no dia seguinte vieram buscar o insuflável mas aceitou mais ou menos bem a explicação.
O bolo de aniversário... bem a foto fala por si, lindo e saboroso :) de chocolate e doce de ovos hum.... :P

Não dá bem para ver mas é o Alexandre na foto de cima em completo delírio!

quinta-feira, agosto 13, 2009

Estamos...

... a 6 dias do 4º aniversário...

E...

... o que fazer quando estamos "sogaditas" no escritório a trabalhar e chegam 107cm de ternura que nos dizem entre um abraço e uma festa:

- mãe, minha patareca...
eu: - o quê??????
ele: mãe (ele já não me trata por mamã há meses...), és mesmo patareca...
eu: o quê??? o que é que tu me chamaste? patareca, eu????
ele: não mãe, eu não te chamei patareca, eu chamei-te mãe!

Não há condições!!!! não há ;)

quarta-feira, agosto 12, 2009

sexta-feira, agosto 07, 2009

Se...


...antes este edifício me fazia lembra o "speed 2" agora com o gradeamento até consigo imaginar o Leonardo Di Caprio e a Kate Winslet na famosa cena do "I'm de king of the world". Se houvesse um "Titanic II" acho que não eram só os chapéus portugueses a aparecerem em filmes de hollywood... é que aquele gradeamento é igual igual ao do filme!
Se passarem por cá, espreitem também para além deste edifício... não é preciso desviar muito o olhar é só virar a cabeça para ver o que se está a construir atrás deste "Titanic".
Na minha opinião, aqui está um perfeito exemplo de um total desrespeito pelas regras urbanísticas, perfeitamente desenquadrado da realidade urbanística límítrofe e da impunidade a que este país nos tem vindo a habituar...

quinta-feira, agosto 06, 2009

Estou...

... a trabalhar de janela aberta. Uma criança pequena, uns dois anos não mais, chora a pedir colo à mãe. A mãe recusa, a menina agarra-se às pernas da mãe a pedir colo. A mãe ríspida liberta-se da miúda, empurra ligeiramente a filha mais velha para avançar e começa a caminhar enquanto a criança continua a chorar parada. Diz-lhe a mãe:
- Eu não te levo ao colo. Anda! estás à espera que a bruxa te venha buscar?

Nem sei que dizer...

segunda-feira, agosto 03, 2009

Sinto-me...

...tão cansada mentalmente que me apetecia ser por uns tempos apenas e só, mãe, mulher e dona de casa. Dedicar-me a tarefas que não impliquem esforço mental.
Ando há dias com uma dor de cabeça que não passa com nada... estou exausta, tão exausta que já sinto desespero e vontade de chorar. Adormeço a pensar no que tenho para fazer, passo a noite a (tentar) resolver esta ou aquela tarefa profissional.
Preciso de férias e não sei quando as vou poder gozar... mas acima de tudo, preciso de dormir...