Lilypie - Memorial

Lilypie - Kids Birthday

...

quarta-feira, maio 31, 2006

Mais uma noite sem quase dormirmos....

Este título até podia ser sinónimo de uma noite bem passada mas infelizmente não é...
Há já algumas noites que não dormimos bem. O Alexandre não consegue descansar uma vez que tem o sono muito agitado, choraminga ou chora com frequência. Tem dores. Passo as noites sentada na cama a embalá-lo e a dar-lhe mamica para acalmá-lo e lá vou conseguindo que ele durma um bocadinho. Ele de olhos semicerrados lá vai esboçando um meigo sorriso cheio de amor. Canto-lhe, falo baixinho para que ele oiça a minha voz e saiba que nos meus braços está protegido. Abraço-o e mexo-lhe no cabelo para que ele sinta o meu calor e relaxe. Amo-o mais que tudo, mais do que pensava que se podia amar alguém. Amo-o profundamente com todas as células do meu corpo e com toda a minha alma. Sei que é uma fase e que há-de passar, faz parte do crescimento, é próprio da vida, mas custa vê-lo assim, sem dormir, com dores, rabugentinho...

terça-feira, maio 30, 2006

hehe!!!!!

Estamos quase a chegar às 2000 visitas :)
O visitante n.º 2000 que se acuse...

Malditos dentes!!!!

Outra coisa que ainda não tinha dito é que o Alexandre tem os dois primeiros dentes a sair, anda rabugento, com dorzitas, febril... não temos dormido nada bem estes últimos dias. Tinham que vir logo 2 ao mesmo tempo?????

O baptizado

A data do baptizado do Alexandre já foi marcada... É no dia do seu primeiro Aniversário. Assim fazemos um 2 em 1 hehe! Já andamos a ver sítios onde fazer a festa e já falta tão pouco tempo.... tenho que fazer os convites, idealizar o bolo, escolher o local da festa, o fatinho do leãozito enfim.... tanta coisa!!!!

segunda-feira, maio 29, 2006

A praia

A praia hoje estava um espectáculo!!!Foi muito muito divertido, brincámos imenso com as ondinhas e com a areia, foi um fim de tarde excelente! pela primeira vez não me esqueci da máquina fotográfica hehe!!!

(...)

Não sei porquê mas é como se tivesse passado uma borracha por sexta feira.... que diabo fiz eu na sexta feira??? não me recordo de como passei o raio da sexta feira, apenas me lembro de ir ao body step às 18.30 e de ter de vir a correr por o Alexandre estar "esganadinho" de fome. Estou tão cansada... tenho andado tão cansada. Isto de não dormir de noite e ter tanta coisa para fazer durante o dia é lixado. Sim... voltámos à fase de não dormir... ai ai. bem... esqueçamos a sexta feira então.
Sábado, hum... de manhã, fomos dar um longo passeio matinal e aproveitámos para comprar umas sandalocas para o Alexandre, de tarde a soneca do costume e depois passeio outra vez. Não fomo à praia porque estava um calor digno de registo.
O Domingo passou-se bem, a descansar e a passear QB... estava um calor. Às 18.30 decidimos ir até à praia porque até a essa hora não se podia estar na rua tal era o calor quanto mais na praia. e lá fomos. O Alexandre adora praia. Ao princípio estranha sempre um bocadinho e até chega a fazer beicinho e a pedir colinho mas depois não quer outra coisa :) até é ele que puxa para a água.
Estivemos lá até perto das 20h que bem que se estava na praia, a água ainda estava um bocadinho fria mas é tão bom :) apenas molhámos os pés mas valeu a pena estar um bocado sentados na areia a brincarmos. Escusado será dizer que ficámos com areia por todo o corpo... :)
O Alexandre cada vez está mais meigo mais mimalho como costumo dizer. A certa altura pediu colo e agarrou-se todo a mim, pousou a cabecita no meu ombro e ficou a olhar o mar. Eu até pensava que ele estava com sono mas não. O pai dizia que ele estava a gostar muito de estar assim que não tinha nada cara de sono :) agora chama por mim a toda a hora. Fico com o coração a transbordar de felicidade cada vez que oiço a palavra mamã a sair da boquinha linda dele com um grande sorriso.
Hoje fomos ao peso conforme combinado com a pediatra e o Alexandre perdeu 100gr desde quarta feira, maldita diarreia!!!!! vamos voltar a pesar na sexta feira.
hoje também recebi uma notícia de encher a alma, parabéns Alexandra, bébicas e seu papá que tudo corra bem e muita felicidade.
Por agora é tudo vou dar o lanche ao Alexandre e se calhar vamos até à praia um bocadinho... esta é uma vantagem de quem trabalha por conta própria :)

quinta-feira, maio 25, 2006

Como saber quando é o nosso período fértil

Filipa, tal como prometido aqui vai o que te estava a escrever no msn. desculpa o atraso...
Optei por colocá-lo no blog uma vez que é um assunto que interessa muita gente. Espero que a tua borboleta já esteja no teu casulo quentinho e que não precises desde texto para nada :)
Existem vários métodos que nos permitem saber com alguma precisão se estamos ou não no nosso período fértil mas com o intuito de conceber e não de evitar um filho. Eu prefiro o primeiro método pois obriga-nos a "ouvir" e a conhecermos o nosso corpo. É muito importante sabermos "ouvir" as mensagens que o nosso corpo nos manda para nos mantermos saudáveis, para estarmos bem com nós próprios. O que vou escrever no primeiro ponto não é mais do que um extracto do meu livro de cabeceira, aquele que me segue já vai para 8 anos e que recomendo vivamente a leitura. Chama-se "Corpo de mulher Sabedoria de mulher" da ginecologista Christiane Northrup" a editora é a Sinais de Fogo. Com ele aprendi como o nosso corpo é poderoso e preparado para muitas coisas, com ele despertei a minha sabedoria interior e passei a escutar melhor o meu corpo e as mensagens que me manda. Então cá vai:

  1. O óvulo vive em qualquer lugar entre seis a vinte e quatro horas após a ovulação. A viabilidade dos espermatozóides depende da presença de muco fértil. O espermatozóide pode viver até 5 dias no muco fértil, mas sem muco fértil morre no espaço de poucas horas. assim, existe um período de aproximadamente 7 dias durante cada ciclo em que, teoricamente a gravidez pode ocorrer. (...) ter relações sexuais dia sim dia não é tão eficaz como ter todos os dias. Em termos práticos, se quiser engravidar, tenha relações 4 vezes durante a semana mais fértil. Isto é normalmente mais eficaz e menos gerador de tensão que tentar seguir um programa de dia sim dia não. (...) os estudos têm demonstrado que quase todas as mulheres podem aprender facilmente a verificar a presença ou ausência de muco fértil tipo E (estimulados por estrogénios) observando rotineiramente o corrimento vaginal e a vulva. Quando pára a menstruação, o muco está no mínimo, Sente-se seca, Não existe muco na abertura vaginal e não há corrimento na roupa interior. Esses dias secos são normalmente seguros para sexo sem protecção. O colo do útero começa a segregar o muco tipo E cerca de 6 dias antes da ovulação, portanto, utilizando esse método, sabe quando a ovulação deve ocorrer antes de ela acontecer. Quando vê muco na roupa interior ou consegue limpá-lo com papel higuénico, sabe que o seu período fertil está a começar. (...) O muco fértil é idêntico ao toque e em qualidade à clara de ovo crua. Você é fértil a partir da altura do aparecimento do muco fértil até ao quarto dia após o máximo corrimento vaginal. O último dia de muco límpido, que distente (maior ou iguak a uma polegada de estensão entre o polegar e o indicador), ou lubrificante é chamado o dia do "pico" de corrimento vaginal. esse dia de pico está extremamente relacionado com a ovulação, que ocorre 2 dias antes ou depois desse dia do pico em cerca de 95% dos casos. O muco do tipo G aparece imediatamente após a ovulação. Este tipo de muco não tem elasticidade, tem uma qualidade opaca e adesiva. (...) Este tipo de muco bloqueia a passagem dos espermatozóides. Após o corrimento de muco ovulatório, o muco cervical pode desaparecer (tornar-se seco) ou ficar mais espesso e denso (muco tipo G). De qualquer das formas, a mudança é distinta e notável. O seu período começará de 12 a 15 dias após o fluxo cervical ovulatório de pico. (...) Embora aprender a verificar o muco cervical seja mais exacto, tirar a temperatura basal do corpo e registá-la durante alguns ciclos é uma forma interessante de ficar a conhecer o seu corpo e os seus ritmos internos. também pode aumentar a sua capacidade de relacionar as alterações do seu muco cervical com a ovulação. A subida de temperatura que ocorre na ovulação é devida ao efeito da progesterona. Se engravidar durante o período em que tirar a temperatura basal, notará que se mantém e não volta a descer (...). Tire a sua temperatura basal logo de manhã (antes mesmo de se levantar), começando no primeiro dia do período menstrual (este é considerado o primeiro dia do ciclo). faça o mesmo durante 3 ciclos e registe cada ciclo separadamente. Pode entãoutilizar o gráfico das temperaturas para registar as alterações do muco cervical. A ovulação é acompanhada de uma subida de temperatura basal de cerca de 0.6 a 0.8 graus e ocorre algures entre o momento em que a temperatura começa a subir e aquele em que atinge o seu ponto mais alto. O período fértil termina, de um modo geral, ao fim do terceiro dia seguido de temperatura elevada. (...)
  2. testes de fertilidade que se assemelham a testes de gravidez, não estou a par dos preços
  3. O mais recente: o microscópio de bolso, custa à volta de 70 euros e é reutilizável. Parece um baton. Compra-se nas farmácias. Está à venda há quase 1 mês, é uma novidade. testa-se o período fértil com a saliva que tal como o muco cervical também se altera ciclicamente com o ciclo hormonal.

Com isto não se garante uma gravidez mas ajuda e eu falo por experiência própria no ponto 1. Nunca utilizei qualquer tipo de teste de fertilidade uma vez que prefiro ouvir o meu corpo e é mais barato :) mas é uma alternativa. Estar o mais tempo possível com luz natural uma vez que a luz natural afecta o hipotálamo e a glândula pituitária e, por isso,afecta a ovulação.

Obrigada

Obrigada a todos pelas palavras de carinho. Eu estou muito mal habituada com o Alexandre porque desde que ele nasceu tenho tido a felicidade dele estar sempre de óptima saúde e contam-se pelos dedos de uma mão talvez, as vezes em que ele chorou com alguma dor. Por isso quando acontece algo menos bom na ainda pequenina vida dele fico com o coração destroçado. Afinal ainda não há dentes :s a diarreia e a ponta de febre devem-se a uma pequenina virose que ele apanhou sabe-se lá onde... segundo a pediatra abriu a época das viroses intestinais e felizmente a ele pouco o atingiu, tem a flora intestinal um bocadinho desiquilibrada, aumentou 100gr desde a semana passada. Vai fazer ultralevur até segunda feira 2X por dia e na segunda vamos novamente ao peso. Hoje já dormiu como habitualmente :)

quarta-feira, maio 24, 2006

Hoje estou de rastos...

O Alexandre não dormiu de noite, mexeu-se sem parar e de vez em quando chorava masnão aquele choro habitual que ficava consolado assim que a mamã se aproximava dele e lhe dava um miminho. Esta noite não, chorava de dor. Hoje tinha uma pontinha de febre e uma diarreiazinha. Acho que são sintomas de que finalmente o dentinho vem aí. Estou muito triste. Vamos agora ao pediatra.
Desculpem só agora escrever alguma coisa e não me ter ligado ao msn mas hoje o dia foi dedicado ao meu leãozinho.

terça-feira, maio 23, 2006

A Amamentação Selvagem

Para quem quiser deliciar-se com um texto maravilhoso sobre amamentação visitem o blog das doulas de Portugal ou simplesmente cliquem aqui para terem acesso directo ao post.

Como é bom amamentar, que felicidade...

Hoje...

Ainda não consegui fazer a ronda às "capelinhas" da blogosfera como deve de ser....

ó trabalho vai-te embora, vai lá e deixa-me em paz, vai lá ter com outro agora, lá lá lá lá

segunda-feira, maio 22, 2006

O Alexandre

levanta-se e baixa-se apoiado às grades da cama cá com uma rapidez... até já caminha agarrado às grades da cama.
Quando vamos ao parque é vê-lo a andar (connosco a segurar-lhe as mãozitas) atrás das pombas. No Sábado coloquei-o dentro de uma brincadeira do parque infantil (desculpem mas não sei o nome daquilo) parece uma chávena e gira. O Alexandre parecia doido de tanto se rir com aquilo a girar.
O meu filho adora coisas radicais, gosta que o segurem pelos pés (vai ser um aficcionado do bumjee jumping), adora que o atirem ao ar.. enfim essas coisas NADA perigosas eheh!
Tem muita coceguinha, agora basta eu chegar-me ao pé dele e sem lhe tocar e começar a dizer gili gili gili que ele começa logo a encolher-se todo e a rir.
Às vezes resolve brincar comigo enquanto mama. Abocanha a mama, começa a sorrir e larga, depois abocanha outra vez e começa a sorrir e a mamar e com a mãozita a fazer-me festinhas. Agora descobriu os meus músculos dos braços e então enquanto mama começa a mexer neles a fazê-los mexer :)
Gosta muito que lhe morda o pulso, os deditos das mãos ou mesmo os pés, às vezes está a mamar e levanta o pezito para ver se eu lho consigo morder.
O meu filho está muito engraçado e reguila. Não é para gabar mas o meu filho é o máximo.
Pronto já vou buscar um lençol porque qualquer um dos babetes dele não chega para tanta baba :P

sábado, maio 20, 2006

Puré de abóbora e cenoura

É indicada para bebés a partir dos 4 meses.

Ingredientes (4 doses):
150gr de abóbora
150gr de cenouras
  1. lave, descasque, retire as sementes à abóbora e corte-a aos cubos pequenos. Retire as cascas às cenouras, lave-as e corte-as em pedaços pequenos. Coloque numa panela e cubra com àgua
  2. leve a panela ao lume e depois de levantar fervura, deixe cozer em lume brando durante 20min. Reduza tudo a puré mas antes certifique-se de que a àgua que restou é indicada para criar um puré cremoso. Deixe arrefecer até ficar morno

Se eu fosse...

Respondendo ao desafio da Cloinca ;)

Se eu fosse um mês: Era o Mês de Março porque é o mês da Primavera, da volta das andorinhas, tudo floresce, é uma época de renascimentos e de nascimentos, porque é o mês do meu nascimento
Se eu fosse um dia da semana: Era Domingo. Porque Domingo é um dia em que trabalho para o descanso literalmente, estou com o M. e com o Alexandre todo o dia e ao mesmo tempo YEAHHHH! além de tantas outras coisas boas...
Se eu fosse uma hora do dia: Era 14h10min porque é a hora de nascimento do meu filho...
Se eu fosse um planeta ou astro: Escolho Terra como tu Cloinca e pela mesma razão... por estar cheia de vida :D
Se eu fosse uma direcção: Era a direcção em frente porque não podemos estar sempre a olhar para trás ou ficar para trás. Temos de pegar em todas as coisas boas e más que nos acontecem e seguir em frente com os ensinamentos que essas coisas nos trazem.
Se eu fosse um móvel: Era um baloiço, para estar sempre rodeada de sorrisos :)
Se eu fosse um pecado: bem esta é difícil... se eu fosse um pecado era... era... não quero ser um pecado :s (nem mesmo um pecado de mulher ihih!)
Se eu fosse uma fruta: Era uma maçã red delicious, uma vez que é a minha fruta preferida e ser muito saudável comer maçãs ;)
Se eu fosse uma flor: Era uma rosa por ser uma das flores mais lindas e ter espinhos, tal como é a nossa vida, linda mas com provações que nos ensinam a viver melhor.
Se eu fosse um clima: Era um clima temperado, com dias muito bons, bons, assim assim e menos bons...
Se eu fosse um instrumento musical: Era uma guitarra portuguesa por ser um instrumento capaz de expressar todos os sentimentos humanos..
Se eu fosse uma cor: Era o verde da esperança!
Se eu fosse um bicho: Era um cavalo branco
Se eu fosse um som: Era o primeiro choro do meu filho, o seu primeiro grito ao mundo para poder saber como foi, uma vez que estava inconsciente na altura...
Se eu fosse uma música: Era a "Fico assim sem você" da Adriana Calcanhoto, por ser a música que me seguiu durante toda a gravidez e aquela que fazia o Alexandre mexer freneticamente na minha barriga :)
Se eu fosse um sentimento: Era o Amor porque é o sentimento mais belo.
Se eu fosse um livro: Era o "Corpo de mulher sabedoria de mulher" da Dr. Christiane Northrup porque com ele aprendi como o nosso corpo é poderoso, como nos podemos aproximar da nossa sabedoria interior, como podemos ouvir o nosso corpo e saber o que ele nos quer transmitir através dos sinais que nos manda.
Se eu fosse um lugar:Era uma praia, porque sinto-me intimamente ligada ao mar...
Se eu fosse um cheiro: Era o cheiro do meu filho...
Se eu fosse uma palavra: Era a palavra vida
Se eu fosse um verbo: Era o verbo viver
Se eu fosse um objecto: Era uma máquina fotográfica, para poder eternizar todos os bons momentos
Se eu fosse uma parte do corpo: Era um útero pois é aí que tudo começa
Se eu fosse uma expressão facial: Era a expressão que o meu filho quando era recém nascido fazia após cada mamada... sabem aquela expressão "estou zen"
Se eu fosse um personagem de desenho animado: Era a doremi :) não me perguntem porquê, foi a primeira que me veio à cabeça, talvez por gostar muito de a ver e também por adorar a música no final do desenho animado.
Se eu fosse um filme: Era a "Cidade dos Anjos" com o Nicholas Cage. Porque é um hino ao amor
Se eu fosse um número: era o número 7.
Se eu fosse uma frase: Era a frase "eu consigo..."

Fazendo meu o desafio da Cloinca, desafio todos os leitores a fazerem o mesmo que eu. Façam um copy deste "Se eu fosse..." e respondam no vosso próprio blog. Se não tiverem blog, façam-no na minha secção de comentários e apresentem-se à Blogosfera!

quarta-feira, maio 17, 2006

A consulta

Apesar de tardia a hora e como mais vale tarde do que nunca aqui vai o relato da consulta de pediatria.
Antes de mais quero dizer que o Alexandre adora a pediatra dele a Dr. L.
Auscultou-o, mediu-o, pesou-o, analisou certas reacções a determinados estímulos, enfim o normal de uma consulta de rotina.
O Alexandre está óptimo, muito desenvolvido, muito vivo e brincalhão.
Peso: 8760gr, subiu um bocadinho no percentil. agora está mais ou menos a meio entre o percentil 25 e o 50
Comprimento: 74.50cm, continua no percentil 75
Perímetro cefálico: 46cm, está mesmo em cima do percentil 50. Desde os 6 meses que tem vindo a baixar de percentil, nasceu com percentil 50, subiu para 75, na consulta dos 7 meses tinha baixado para o meio das curvas 75 e 50 e agora é mesmo 50.
Ainda não há dentes à vista! tenho um leãozinho sem dentes :) Uma médica dentista amiga disse-me que até aos 12 meses de idade é normal. Há bebés em que é cedo outros em que é mais tarde.
Disse à Dr.L. que desde que lhe tenho dado às refeições sopa de legumes, prato principal com a comidinha partida aos bocadinhos (alternando peixe e carne) e sobremesa que ele tem comido tudo muito bem. Ela respondeu a rir que se já come assim sem dentes quando tiver dentes é que vai ser hehe!
Falámos sobre segurança em casa, que tipo de acidentes podem acontecer e o que fazer, pancadas na cabeça, se ele já dizia algumas palavras. Já diz mamã desde o dia 8 de Março... fiquei babadíssima nem queiram saber pois fiz anos a 7 de Março (vejam lá que prenda linda!), papá, oiá (olá) e.... batata mas penso que em relação à última ainda não lhe atribuiu qualquer significado.
Falámos também em relação a infantários e perguntei a sua opinião sobre os andarilhos. Partilhamos a mesma opinião em ambos. Se possível nada de infantário até aos 3 anos e nada de andarilhos por causa dos acidentes que possam causar e eventual atraso no andar.
É para continuar com a mamica :P, utilizar protector solar (já utilizamos há +- 1 mês) e muito importante: Não ligar às birrinhas (do Alexandre ;) às da mamã tem que se ligar hehe!)porque se ligarmos é sempre a piorar, se não elas tenderão a desaparecer assim que ficar registado na cabecita dele que não adiantam de nada as birrices.
Hoje vesti-lhe pela primeira vez o polo que a avó G. lhe ofereceu da girandola... estava tão lindo o meu leãozito...
bem... este post já vai longo.
Fui...

terça-feira, maio 16, 2006

e amanhã....

é dia de consulta de pediatria.
Está tudo bem, o meu menino exala saúde por todos os poros que tem no corpinho e isso é devido a pelo menos 2 razões:

a primeira:



e a segunda:

Não anda em infectários... digo infantários o que faz toda a diferença.


Claro que muitas mais razões existem entre as quais... recebe e dá muito amor ...

Amanhã é a consulta dos 9 meses.
Vamos lá ver se ele continua nos mesmos percentis... amanhã venho cá contar.

segunda-feira, maio 15, 2006

Fim de semana

Este fim de semana fomos à terrinha, bem... um calor!!! Nunca vi o Alexandre beber tanta água como neste fim de semana. Andou de manga curta e tudo, estava tão giro!! Agora palra sem parar, às vezes dá vontade de procurar um botão de off mas ele não tem disso :)
Trouxemos uma caixa de cerejas madurinhas... tão boas!!! grandes e pretas :P uma delícia! invejem lá, vá :)

Já estão com água na boca??? queriam não queriam?!?!?!
O Alexandre lá trouxe umas quantas prendinhas, roupinha nova que ele já começa a precisar.
E lá se passou mais um fim de semana... curto.. muito curto... e cansativo que ainda é uma viagenzita de algumas horas.

sexta-feira, maio 12, 2006

Puré de Maçã com Pêra e Ameixas

Aqui está uma sobremesa de fruta que muito agradou ao Alexandre retirada da revista Receitas de sucesso edição de Setembro de 2005.

É indicada para bebés a partir dos 9 meses.

Ingredientes:
1 maçã
1 pêra
4 ameixas secas

  1. retire a casca e o caroço à mãçã e à pêra. Lave-as e corte-as aos pedaços pequenos. retire o caroço às ameixas. Coloque os ingredientes cortados aos pedaços numa panela e cubra-os com água.
  2. leva a panela ao lume e depois de levantar fervura deixe cozer durante 10 minutos em lume brando. Antes de reduzir tudo a puré, certifique-se de que a água que restou da cozedura é a indicada para criar um puré cremoso. Sirva ainda morno.

As ameixas são de excelente valor nutricional, uma vez que são ricas em ferro, fibras e energia. Podem ser utilizadas para melhorar a prisão de ventre do bebé, uma vez que são férteis em substâncias com efeito laxante.

Como é possivel?????

Hoje no jornal da tarde da SIC oiço uma reportagem da maternidade do hospital S. João no Porto. Houve uma troca de crianças e só um dos pais é que se apercebeu da mesma ao trocar a fralda à sua suposta filha e descobrir-lhe.... uma pilinha!!! E esta descoberta não se passou no hospital mas já em casa. Segundo o obstetra os recém-nascidos já teriam 5 e 6 dias de vida e foram trocados enquanto as vestiam depois de lhes ter sido dada alta. O obstetra afirmou que foram os pais que vestiram as respectivas crianças e que devem ter pedido ajuda às enfermeiras para os vestir quando as fraldas já estavam já mudadas. O obstetra afirma não haver falhas de segurança e justifica-se pelo facto do boletim dos rapazes ser azul e o das raparigas cor de rosa e porque existem uma série de trâmites (que o médico referiu mas pela sua extenção não refiro aqui) que têm de ser cumpridos até as crianças sairem do hospital.
Eu pergunto: Como é possível? Desde que o M. me trouxe o Alexandre que era capaz de o reconhecer no meio de todas as crianças do mundo. Não consigo perceber como pais não reconhecem os seus filhos após alguns dias de contacto... 5 dias pelo menos!
Enfim há coisas que não se explicam... ou melhor, que é difícil entender!

quinta-feira, maio 11, 2006

(...)

A maternidade tornou-me numa pessoa diferente, hoje ao ver um filme em que uma mãe estava prestes a perder um filho, dou por mim a sentir uma angústia enorme como nunca senti antes. Não consegui conter as lágrimas. Eu sei que sempre fui lamechinhas no que toca a filmes ou reportagens mas assim como senti hoje nunca me tinha acontecido. Ver lágrimas ou algum tipo de tristeza no meu filho dá cabo de mim... e eu sei que apesar de pequeno ele já se apercebeu disso e tira partido com as suas birrinhas. Lá vou conversando com ele e algumas vezes consigo levar a minha avante outras não. Mas também acho que deve ser assim tudo na vida, umas vezes ganha a minha vontade outras vezes ganha a dele, tudo com conta peso e medida.
Neste momento oiço gargalhadas do meu quarto, adultas e de bébé... o pai é maravilhoso para o Alexandre. Amo-os muito... são os dois a minha vida :)

Sopa com Massinhas - a partir dos 9 meses

Esta receita foi tirada da revista "receitas de sucesso" edição de setembro de 2005

Sopa com Massinhas (4 doses):

Ingredientes:
100gr de babata
50gr de cebola
100gr de cenoura
1 dente de alho
200gr de abóbora
2 c. de sopa de massinhas de letras
azeite

  1. Lave e descasque a batata, a cebola, a cenoura o alho e a abóbora. Corte os legumes aos cubos e coloque numa panela. Cubra os ingredientes com água e leve ao lume. Depois de levantar fervura, deixe cozer em lume brando durante 25 minutos.
  2. Reduza a puré, adicione as massinhas e deixe cozinhar até ficarem bem cozidas. Sirva a sopa para o prato do bebé, misture uma colher de chá de azeite e, antes de lha dar, deixe arrefecer até ficar morna

Bom apetite :P

Gravidez e praia

Em seguimento do comentário deixado pela Beu devo dizer que sim sou uma sortuda :)
Apesar de esta não ser a terra que me viu crescer considero-a como minha uma vez que sou muito feliz aqui. No ano passado e devido à minha situação profissional foi o ano em que mais praia fiz, adorei mostrar o meu barrigão, acho que nunca me senti tão bonita em bikini como no ano passado hehe! Todos os dias fazia praia entre as 8.30 e as 10.30 da manhã e quando não tinha aulas de preparação para o parto e tinha vontade voltava a partir das 17h. Penso que fui a parturiente mais bronzeada que deu entrada naquela semana no hospital :D
cliquem aqui e digam lá se eu não estava morena... hehe

quarta-feira, maio 10, 2006

Sabe-me bem...

pensar que posso ver o mar sempre que me apetecer :D
Acho que lhe vou fazer uma visitinha agora...

terça-feira, maio 09, 2006

Esta manhã...

...o papá tirou uma linda foto de nós os dois dormindo. O papá disse que pareciamos o songoku e o vegeta a fazer a fusão por estarmos tão agarradinhos :)

há uns dias...

que tentas levantar-te da tua cama apoiando-te nas grades. Já conseguiste levantar-te umas duas vezes mas na maior parte das vezes ainda o não consegues fazer.

domingo, maio 07, 2006

A Marcha Branca a Favor da Maternidade

A marcha realizada a favor da maternidade da Figueira da foz onde nasceu o meu filho realizou-se hoje pelas 10.30h da manhã e foi um sucesso... bem para dizer a verdade esperava mais gente mas já não foi mau. pelo menos cerca de 1000 pessoas pensam o mesmo que eu. Parece-me também que não houve mais gente devido à hora... domingo, 10.30h da manhã... se tivesse sido à tarde penso que haveria mais gente concerteza. Mas esta foi a primeira demonstração de luta por uma coisa que é do concelho há quase 60 anos! Vamos continuar a lutar, Não ao encerramento da maternidade ou melhor não ao encerramento das maternidades.

Como estava na manif, não pude tirar fotos. Estas tirei-as do blog figueirense Zé do Asfalto. Neste blog poderão ver mais imagens da manifestação.












1 ano antes...

Encontrámos-nos pela primeira vez. Já nos "conhecíamos" há quase 1 ano quando nos encontrámos pela primeira vez e tirámos esta fotografia.
As três gerreiras e nós sabemos bem porque nos chamámos assim.
Fazem parte do meu coração, juntas ultrapassámos tristezas e vivemos a alegria de sermos mães.

PROFISSÃO MÃE

Ana foi renovar a sua carta de condução. Pediram-lhe para informar qual era a sua Profissão. Ela hesitou, sem saber bem como se classificar. "O que eu pergunto é se tem um trabalho", insistiu o funcionário. "Claro que tenho um trabalho", exclamou Ana. "Sou mãe". "Nós não consideramos “mãe” um trabalho. Vou colocar Dona de casa", disse o funcionário friamente. Não voltei a lembrar-me desta história até ao dia emque me encontrei em situação idêntica...A pessoa que me atendeu era obviamente uma funcionária de carreira, segura, eficiente, dona de um título sonante."Qual é a sua ocupação?" Perguntou. Não sei o que me fez dizer isto; as palavras simplesmente saltaram-me da boca para fora: "Sou Doutora em Desenvolvimento Infantil e em Relações Humanas." A funcionária fez uma pausa, a caneta de tinta permanente a apontar para o ar e olhou-me como quem diz que não ouviu bem... Eu repeti pausadamente, enfatizando as palavras mais significativas. Então reparei, maravilhada,como ela ia escrevendo, com tinta preta, no questionário oficial."Posso perguntar", disse-me ela com novo interesse, "o que faz exactamente?" Calmamente, sem qualquer traço de agitação na voz, ouvi-me responder:"Desenvolvo um programa a longo prazo (qualquer mãe faz isso), em laboratório e no campo (normalmente eu teria dito dentro e fora de casa). Sou responsável por uma equipa (a minha família) e já recebi quatro projectos (todas meninas). Trabalho em regime de dedicação exclusiva (alguma mulher discorda???), o grau de exigência é em nível de 14 horas por dia (para não dizer 24 horas). Houve um crescente tom de respeito na voz da funcionária que acabou de preencher o formulário, se levantou e pessoalmente foi abrir-me a porta.Quando cheguei a casa, com o título da minha carreira erguido, fui recebida pela minha equipa: - uma com 13 anos, outra com 7 e outra com 3. Do andar de cima, pude ouvir o meu mais recente projecto (um bebé de seis meses), a testar uma nova tonalidade de voz. Senti-me triunfante. Maternidade... que carreira gloriosa!


FELIZ DIA DA MÃE !!!

quinta-feira, maio 04, 2006

As bijuterias da Maria

Aqui há tempos descobri um blog de uma mãe que para ajudar o seu filho executa peças de bijuteria.
Consultei o catálogo e comprei dois colares e dois anéis que já no catálogo me pareceram lindíssimos. Chegaram hoje por correio. Estou impressionada! Se eles são lindos no catálogo haviam de os ver ao vivo! É um trabalho excepcional.
Peço a todos os que leem este blog que visitem o blog da Maria e se gostarem de bijuteria que encomendem algumas peças (elas são mesmo fantásticas) ou se não, que o publicitem nos vossos blogs.

quarta-feira, maio 03, 2006

Creme de legumes com arroz e espinafres

Esta receita foi tirada da revista "receitas de sucesso" edição de setembro de 2005

dos 9 aos 12 meses:

Creme de legumes com Arroz e espinafres (4 doses):

Ingredientes:
100gr de babata doce
100gr de cebola
250gr de abóbora
1 c. de sopa de arroz
50gr de espinafres
Azeite
  1. lave e descasque a batata, a cebola e a abóbora. Corte os legumes aos cubos e coloque numa panela. Adicione o Arroz, cubra os ingredientes com água e leve ao lume. Depois de levantar fervura, deixe cozer em lume brando durante 25 minutos
  2. Antes de reduzir tudo a puré, certifique-se que a água que restou da cozedura é a indicada para criar um puré cremoso
  3. Corte as folhas de espinafre em juliana. Adicione-as ao piré e leve ao lume durante 2 minutos. Sirva a sopa para o prato do bebé, misture uma colher de chá de azeite e, antes de lha dar, deixe arrefecer até ficar morna.

Bon apetit!

terça-feira, maio 02, 2006

(...)

De sábado até hoje contam-se pelos dedos das mãos as minhas horas de sono...

Sábado-Domingo: 2h
Domingo-Segunda:3h
Segunda-Terça: 2H

Estou que nem posso...

segunda-feira, maio 01, 2006

O meu filho...

Apesar de tão tenra idade já adora correr atrás das pombas :) com ajuda é claro uma vez que ele ainda nem se equilibra sozinho. Começou a dar uns passitos já há uns dias atrás mas arrastava muito os pés. um dia, o pai resolveu na brincadeira fazer que fugiam de mim e qual não foi o nosso espanto, o Alexandre correu, mexias as pernocas no chão a uma velocidade... parecia um daqueles militares das paradas russas hehe! a partir daqui foi num ápice que aprendeu a andar agarrado pelos dois braços. É maravilhoso ver como ele agora se desenvolve de dia para dia. Vai para um mês tentou gatinhar arrastando o rabito hehe! agora já consegue levantá-lo e gatinha que é uma maravilha.
Acreditam que ele já sabe bem o que quer e o que não quer e apesar de comunicar connosco através de "hum hum" e dos braços percebemos em 99.9% das vezes o que nos quer dizer?
A última novidade: Hoje ao sair da casa de banho vi o Alexandre completamente de pé apoiado às grades da cama dele. Perguntei ao pai se tinha sido ele a colocá-lo naquela posição e recebi resposta negativa. O meu leãozinho hoje conseguiu levantar-se sozinho pela primeira vez... isto significa que temos de começar a redobrar a nossa atenção.
Mas não é tudo!!! hoje oficialmente despedímo-nos da baby coq :D e apresentámos ao Alexandre a nova cadeira dele a K1 da Chicco que já estava em casa desde o natal... presentinho dos avós paternos.