Lilypie - Memorial

Lilypie - Kids Birthday

...

sábado, Abril 19, 2014

2014...

...Apesar de ainda estar no início já ganhou o prémio de "ano horribilis" cá em casa.

A partir de agora tudo só pode melhorar e vamos ser felizes todos os dias do resto das nossas vidas.

Há coisas que nos marcam para a vida inteira.

Marcam-nos de tal forma que é impossível voltarmos a ser quem éramos e fazer ou dizer as mesmas coisas. A vida passa a ter outro brilho. Se é que volta a ter brilho... neste momento não lhe vejo brilho algum.

Perdi a minha filha, nunca a poderei voltar a beijar, nunca sentirei o seu abraço, nunca conseguirei observá-la a olhar para mim com os seus olhos brilhantes, o seu riso, a sua voz... nunca ouvi a voz dela, nem sequer o choro... não vamos partilhar chocolates, maquilhagens e afins, não a vou ver com os meus sapatos calçada, nem ouvir os segredos que me quiser contar e todas estas coisas melosas que as mães fazem com as filhas...

Mas ela era linda, perfeita e tão cheirosa a minha filha... tem horas que ainda a sinto em cima de mim, ainda consigo perceber nos meus lábios a pele dela...

Dizem que o sol irá aparecer novamente na minha vida, neste momento sou uma Fenix, com tanta combustão à minha volta não o consigo ver. Faz amanhã, dia de Páscoa, 2 meses...

segunda-feira, Abril 14, 2014

Resultado...

... inconclusivo... bebé saudável... bateria de exames feita para provavelmente ser também inconclusivo. Como uma médica me disse, na medicina tudo é possível acontecer... e aconteceu que ficámos sem ti Princesa. Já passaram quase 2 meses e a dor continua cá, o vazio continua cá. A diferença é que começa a ser menos desesperante mas a alma essa continua rasgada.

terça-feira, Abril 08, 2014

Ontem...

... numa das conversas que tenho com a minha filha lembrei-me do objetivo inicial de quando criei este blog e do porquê do título "pensamentos felizes". Na altura sofria de uma depressão pós-parto e como não queria deixar de amamentar resolvi criar um blog em vez de tomar medicação. O objetivo era ter pelo menos um pensamento feliz por dia de forma a sair do estado emocional em que me encontrava.

Ontem, fiz um acordo com a Júlia. Sei que tanto ela como o Alexandre querem a mãe como ela sempre foi, alegre, sorridente e de postura positiva perante a vida. Desde ontem que decidimos as duas que iríamos à procura do meu sorriso. Ela lançou-me um desafio... o mesmo do Alexandre. Um pensamento/momento feliz por dia.


Um dia talvez apeteça escrever sobre o que aconteceu, talvez quando souber o resultado da autópsia (estou a tentar preparar-me para aguentar o embate desse comboio em nós)... talvez nunca apeteça escrever sobre isso, nem sei... o tempo e a vontade ditarão as letras neste blog. Neste momento quero cumprir esse acordo Princesa Jú.


Pensamento Feliz: Acordar às 6h da manhã, aninhar-me junto ao teu irmão adormecido e ficar assim quietinha e abraçada a ele por duas horas. Não há nada melhor que um abraço de um filho... dava tudo para sentir o teu filha.

domingo, Abril 06, 2014

O Sol acabou de aparecer! Obrigada Filha :)
e esta dor de cabeça que não me larga... que inferno!

Jú...

... Faz um grande favor à mãe e pede ao S. Pedro que arranje as válvulas das torneiras aí no Céu.
A mãe ia ficar bem mais disposta se pudesse ver o sol, uma vez que não posso mais ver um dos sóis da minha vida que és tu.
Oh princesa... a saudade é tanta... é tudo tão intenso, é tudo tão doloroso...

sábado, Abril 05, 2014

Acredito...

... que se conseguisse dormir alguma coisa de jeito sentir-me-ia um pouco melhor. Já não aguento mais com estas dores de cabeça constantes neste mês e meio de inferno. O aprazolam, a aspirina e o benuron 1gr passaram a fazer parte da minha vida e nem assim existe alívio.

Ai por favor alguém que me tire deste pesadelo! É mau demais para ser verdade. Estou farta de me beliscar e não há meio de acordar! Que desgosto tão grande...

sexta-feira, Abril 04, 2014

Percebi...

Percebi hoje que desde a primeira que te senti até ao ultimo momento decorreram apenas 5 meses exatos...
20 de Setembro de 2013 a 20 de Fevereiro de 2014.

Doi-me perceber que se alguém vê o teu sorriso esse alguém não sou eu mas por outro lado fico muito feliz por conseguir imaginar-te a crescer e sorrir...

Se...

Se conhecesses o mistério imenso
Do Céu onde agora vivo,
Este horizonte sem fim,
Esta luz que tudo reveste e penetra,
Não chorarias, se me amas!
Estou já absorvido no encanto de Deus,
Na sua infindável beleza.
Permanece em mim o teu amor,
Uma enorme ternura que nem tu consegues imaginar.
Vivo numa alegria puríssima.
Nas angústias do tempo pensa nesta casa
Onde um dia estaremos reunidos para além da morte,
Matando a sede na fonte inesgotável da alegria e do amor infinito.
Não chores, Se verdadeiramente me amas! 


Eu amo-te!