Lilypie - Memorial

Lilypie - Kids Birthday

...

segunda-feira, março 27, 2006

Flashback - A primeira gravidez e a noticia da segunda...

Como tinha prometido num post anterior aqui vai um regresso a um passado ainda não muito longínquo....

Decidimos que ia deixar de tomar a pílula no principio do ano de 2004. A conselho da minha médica ginecologista comecei a tomar o ácido fólico. Só o facto de tomar um comprimido desses todos os dias de manhã me fazia levantar da cama ainda mais feliz. Em Julho de 2004 tive a notícia que me fez a mais feliz de todas as mulheres... estava grávida! Tinha muitas dores e após telefonar à minha médica ela mandou-me ao seu consultorio para uma ecografia, resultado... grávida de 4 semanas. Apenas se via o saco gestacional mas a felicidade nos nossos olhos e uma lagrimazita de emoção (confesso) eram evidentes. Mandou-nos ir na semana seguinte para ver a evolução do saco e para ver se já se veria o embrião, mas nada... voltámos 15 dias depois... e nada. Apenas se via um saco gestacional... nada de embrião. A consulta da semana seguinte era crucial podia ser que o embrião fosse demasiado pequeno para ser visto mas também pode ser um ovo cego, dizia a médica (agora sei que ela já sabia o que nos tinha acontecido mas queria ter a certeza) A sexta-feira dia 13 de Agosto foi o pior dia da minha vida, chorei dentro e fora do consultório. Fomos passar na praia, observando as ondas do mar até escurecer sem quase falarmos um com o outro... voltámos para casa. lembro-me de nessa noite sonhar que afinal o embrião era muito pequenino e de sonhar já com o meu bebé nos braços a mamar, era uma menina... Voltámos à consulta no dia 20 de Agosto e foi-nos confirmado que era um ovo cego.
Foi horrível... A médica mandou-me aguardar ainda mais uns dias para ver se o meu corpo o expulsava mas na quarta feira a seguir ainda cá estava. Fiz a curetagem a 30 de Agosto de 2005. Nunca me vou esquecer, senti-me revoltada, envergonhada, humilhada na minha condição de ser fértil, na minha tão grande vontade se ser mãe. Voltei para casa no mesmo dia e fiquei de baixa 42 dias. Não tinha forças para nada, nem vontade de fazer nada. Teria de esperar 3 ciclos para poder voltar a tentar de novo e tentei.
A felicidade veio no natal, mais precisamente a 17 de Dezembro. Fiz o teste sem contar nada ao meu marido, afinal de contas era por minha intuição e não por haver qualquer atraso (devido ao SOP nunca fui lá muito regular o que não me permite saber se estou com algum atraso ou não...) Deu positivo!!!! Fui trabalhar com o coração a transbordar de felicidade. Quando saí à tarde apressei-me em ir a uma retrosaria comprar umas botinhas de lã, só já há um par e são vermelhas disse-me a senhora. Não faz mal e comprei-as. A senhora da loja muito simpática arranjou-me uma caixinha muito linda para por as botinhas e o teste. Deu-me os parabéns disse-me que tinha uma prenda maravilhosa para oferecer e assim foi. Não aguentei até ao natal... foi nesse dia mesmo que entreguei tão maravilhoso presente. Ainda guardo a caixa, o teste e as botinhas...





Continua...

Pensamento Feliz: O teste de gravidez positivo do Alexandre
Enviar um comentário